Copyright © 2018 Escola Profissional de Murça. Todos os direitos reservados. | Política de Confidencialidade

Helder Botelho Funcionário da Câmara Municipal de Murça 1) O que te levou a escolher um curso profissional? O que me levou a escolher um curso profissional no início dos anos 2000 foi uma situação pessoal muito complicada para mim, a perda do meu pai. Altura em que senti a vida a desmoronar da noite para o dia e vi a necessidade de ingressar no mercado de trabalho com alguma urgência, mas queria que fosse com qualificações. Assim, tive a necessidade de obter ajuda, ajuda essa que encontrei na Escola Profissional de Murça, uma vez que os cursos profissionais têm como objetivo proporcionar uma aprendizagem essencialmente prática e muito orientada para o mercado de trabalho. 2) Porquê a Escola Profissional de Murça em particular? A Escola Profissional de Murça foi a escolhida, visto que é uma escola do meu concelho, logo, estava próxima. Também porque de todos os cursos disponíveis naquela altura, dispunha de um curso no qual eu me revia, Animação Sociocultural/Desporto, visto que este curso possibilita uma abrangência de oportunidades e grande possibilidade para a ingressão no mercado de trabalho 3) Que memórias te ficaram desses tempos? Muitas memórias boas ficaram desses bons e belos tempos da Escola Profissional de Murça, de todos aqueles membros da família que foram os mentores de todo o ensinamento transmitido: professores, auxiliares, colegas e direção. E para relembrar estes momentos ficaram também os vídeos, as fotos, as emoções e os sentimentos. Ficou ainda um carinho especial por todos os que lá trabalhavam e alguns ainda trabalham e pela própria escola, embora agora com um visual novo e moderno. Um bem haja a todos pelo carinho e estima com que sempre me trataram. 4) De que modo a frequência da EPM ajudou a tua formação pessoal? Os três anos que passei nesta escola foram muito enriquecedores a nível pessoal e profissional. Permitiram-me obter muitos conhecimentos e aprendizagens a todos os níveis, convivendo com as pessoas que têm uma vasta experiência profissional e com elas poder ter a parte teórica e a parte prática e ainda um estágio que me permitiu pôr “as mãos na massa”. Assim, o Homem e o profissional que sou hoje devem-se também aos valores incutidos e à aprendizagem adquirida nesta escola. 5) Qual o contributo da EPM na tua atividade profissional (referir qual a atividade profissional atual)? Existem três palavras pelas quais se rege a minha vida, são elas: “acreditar”, “lutar” e “vencer”, que são para mim a pedra basilar de tudo o que realizo no plano pessoal e profissional. O começo da minha atividade profissional deveu-se sobretudo ao curso que frequentei nesta escola profissional. Foi através dele que comecei a minha vida profissional, mais precisamente com o estágio profissional em Animação Sociocultural/Desporto no Município de Murça, como monitor, nas atividades letivas, recreativas, lúdicas e culturais na área da educação nas escolas de primeiro ciclo do concelho. Atualmente continuo a trabalhar no Município de Murça, esforçando-me para ser um bom profissional, sem nunca me esquecer de ser humilde e de deixar portas abertas para o futuro. Muito obrigada!